0 - R$0.00
Não existe produtos no carrinho.

App para trilhas

Usar o Wikiloc para trilhas na natureza

Resolvemos dar uma pausa na nossa inércia e fomos até à Serra da Freita fazer uma caminhada. Já tínhamos algumas saudades, devemos confessar! Mas sempre que fazemos trilhas pela natureza, há algumas coisas que vêm sempre connosco, incluindo uma app muito especial! Lê este artigo para saberes qual o nosso “kit trilhas”!

Foram cerca de 8 quilómetros num percurso circular pela Serra da Freita, localizada entre o Porto e Aveiro, a iniciar e terminar junto ao Parque de Campismo do Merujal. Este trilho (ou trilha) era o PR7 – NAS ESCARPAS DA MIZARELA e por aqui encontras paisagens idílicas e vistas de cortar a respiração. Não podemos dizer que seja um percurso fácil, pois ao longo do trajeto são várias as subidas, descidas e pedras soltas, mas devagar e sempre com cuidado, garantimos-te que fazes esta caminhada com uma perna às costas (salvo seja!), eheh! 🙂

O smartphone é um must have

Desligar das tecnologias e desfrutar da natureza ao máximo é revitalizador, mas se nos perdermos num percurso de 8km que leva cerca de 3 horas e meia a completar, pode não ser divertido. Por isso, como assumidamente fãs de gadgets que somos, nunca dispensamos o nosso smartphone.

Felizmente existe o Wikiloc, que é, na nossa opinião, a melhor forma de planear e fazer trilhos em segurança. Este site, que também dispõe de uma aplicação (aplicativo) para telemóveis, integra trilhas gratuitas de GPS e waypoints para caminhadas, ciclismo e outras atividades. Através do Google Maps ou Google Earth, esta app para trilhas mostra as rotas e outras informações relevantes em tempo real e garantimos-te que, com o Wikiloc, é muito difícil que te percas num trilho. Porque, caso te desvies da rota inicial, ele vai notificar-te e indicar-te o melhor caminho alternativo.

Melhor é impossível! 🙂

Ao longo deste percurso escarpado, são vários os locais onde poderás parar, fechar os olhos e respirar fundo. A natureza encarrega-se de levar até ti o cheirinho a urze e carqueja, bem como o som da água e de alguns passarinhos. Ao abrires os olhos de novo e continuando o percurso do trilho, são vários os charcos por entre o bosque e, por aqui, vais poder ver também a segunda maior queda de água de Portugal! Uma cascata que vai merecer as tuas melhores fotografias!
Com um pouco de sorte, poderás avistar águias de asa redonda sobrevoar as montanhas. Não, desta vez não tivemos essa sorte. Lá teremos de fazer este trilho mais uma vez! 🙂

Mantimentos indispensáveis

Quando fizemos este trilho pela primeira vez, vínhamos preparados para toda e qualquer eventualidade. Hoje, olhando para trás, vemos que trazíamos quase a vida inteira dentro de mochilas enormes e que, de facto, não valia a pena trazer tanto peso para as nossas trilhas. Optamos agora por trazer pequenas mochilas com barrinhas energéticas, uma ou duas sandes e, claro, o mais importante, água. As nossas garrafas de água são flexíveis, em silicone, o que permite que, quando estão vazias, ocupem o menor espaço possível. Deixamos-te aqui as nossas recomendações.
Dentro das nossas águas, colocamos um pó de endurance – o Tailwind, que hidrata, repõe calorias e eletrólitos para nos ajudar a recuperar mais facilmente do esforço físico dispensado nas trilhas.

Equipamento à prova de tudo!

As paisagens por aqui são fantásticas, até no Inverno! Mas quando está um pouco de frio, como era o caso quando fizemos este trilho, é importante irmos prevenidos. A roupa deve ser prática e confortável para que te possas movimentar à vontade. Para além de evitarmos t-shirts de algodão, que ficam junto ao corpo quando transpiradas, levamos sempre os nossos manguitos de caminhada (que também servem para corrida). São bastante práticas; se tiveres calor, é só puxar para baixo e deixar no pulso! Com estas mangas e uma t-shirt de secagem rápida (de poliamida ou poliéster), evitas casacos que por vezes atrapalham, não é mesmo?
Para evitar que o frio entre pela gola, nada melhor do que um buff para o pescoço, que te vai também ajudar na respiração. Deixamos-te aqui as nossas sugestões.
Também é muito importante que o calçado que vais utilizar seja adequado e resistente (sapatilhas de sola lisa, sem rasto para aqui, é melhor não!). Antes de fazeres a tua primeira compra aconselhamos-te a ires a uma loja física e pedires ajuda para saberes quais as sapatilhas mais adequadas ao teu tipo de pé e passada, bem como ao tipo de caminhada que vais fazer. 

Alguns aspetos que deves ter em conta na escolha de uma sapatilha para trilhos / trilhas:

  • A proteção que o modelo oferece;
  • A aderência da sola ao terreno;
  • O peso da sapatilha;
  • O conforto que proporciona, sobretudo em distâncias mais longas e superfícies mais duras e irregulares.

aqui todas as nossas sugestões para sapatilhas.

Avisos nunca são demais

Por fim, não queremos ser aborrecidos, mas precaução nunca é demais, verdade?

Deixamos-te aqui algumas dicas que para nós são de ouro!

  • Um trilho deve começar-se bem cedo, de preferência pela manhã. Afinal há sempre imprevistos que te poderão atrasar no percurso. Assim, garantes que tens mais do que horas de sobra com sol para chegares ao destino sem grandes problemas.
  • Partilha a tua localização com alguém (familiar, amigo) quando vais fazer uma caminhada. Por exemplo o Wikiloc facilita muito este processo. Deste modo podes facilmente enviar a tua localização por Whatsapp, por exemplo.
  • Leva contigo uma manta térmica. Caso aconteça algo e a temperatura do corpo baixar muito, este objeto vai salvar-te!
  • Leva na tua mochila algo com açúcar, para o caso de, com o esforço, teres uma quebra de tensão (nós optamos por blisters com mel)
  • Coletes com apito – sim, é isso mesmo! Se decidires comprar um colete, opta por um que tenha apito. Se te faltarem forças para gritar, já sabes!
  • Pelo sim pelo não, leva uma powerbank. Afinal, os aplicativos do smartphone só funcionam com bateria 🙂

Já tens tudo? Agora é só escolher o trilho e partir rumo à natureza!

Para comprares o teu equipamento de caminhada, vai anotando o que te faz falta e aproveitando as promoções ao longo do ano. A poupança é garantida!

aqui a nossa aventura pela Serra da Freita. Vais certamente ficar mais do que decidido!

Beijinhos, abraços e lambidelas!

Sara, Pedro e RAFITA 🐶

Produtos sugeridos:

por:

TUGA.ME team